Programe-se! Prefeitura do Rio apresenta planejamento operacional para o Carnaval no Sambódromo

A Prefeitura do Rio divulga na manhã de hoje o esquema operacional para o Carnaval no Sambódromo, em coletiva que reúne todos os órgãos públicos envolvidos na operação. Segundo estimativas da Riotur, a temporada de carnaval na cidade deve atrair 1,1 milhão de turistas e gerar uma renda em torno de R$ 3 bilhões somente no segmento de turismo. Na hotelaria carioca, a expectativa é bater 80% de ocupação.

CET-RIO

Será implantado esquema especial de trânsito no Centro da cidade e em todos os seus acessos, a partir de 23/02/2017, quinta-feira. A operação de trânsito contará com a participação de 550 Agentes de Trânsito da Prefeitura por dia de operação, entre Guardas Municipais, CET-Rio e Porto Novo, que trabalharão para manter a fluidez, coibir o estacionamento irregular, ordenar os cruzamentos, orientar pedestres e efetuar os bloqueios nas ruas internas.

Serão disponibilizados 17 reboques para desobstrução de vias, 65 motocicletas e 50 veículos operacionais. Também serão utilizados 24 painéis de mensagens variáveis entre fixos e móveis que informarão sobre os horários dos diversos fechamentos e sobre as condições do tráfego. O Centro de Controle de Operações da Prefeitura estará monitorando toda a área do evento com 570 câmeras, sendo 60 na região do Centro, possibilitando que técnicos da CET-Rio implantem ajustes na programação dos semáforos com o objetivo de garantir a fluidez do trânsito.

CLIQUE AQUI E CONFIRA COMO FICARÃO AS INTERDIÇÕES

COMO CHEGAR AO SAMBÓDROMO:

Para acessar o Sambódromo é recomendado a utilização de transporte público coletivo regulamentado: 

– METRÔ

O público destinado ao setor par poderá utilizar as estações Cidade Nova, Estácio e Praça Onze e aqueles destinados ao setor ímpar deverão utilizar a estação Central.

  • TREM

Deverão utilizar a estação Central do Brasil.

 

  • ÔNIBUS DE LINHAS REGULARES

Mais de 50 linhas passam pela área do evento, vindo de diversas regiões da cidade.

 

RECOMENDAÇÕES IMPORTANTES:

  • Use preferencialmente o transporte público (trem ou metrô);
  • Se for embarcar no Aeroporto Santos Dumont procure antecipar a sua chegada. Existem diversas interdições previstas na Cidade;
  • Se possível, evite circular de carro no Centro da Cidade, busque rotas alternativas. Existirá grande número de interdições na região, com especial atenção na sexta e sábado, dia 25 e 26 de fevereiro;

Respeite os locais de proibição de estacionamento e fique atento aos horários de restrição, diversos reboques estarão circulando na região;

  • Visando garantir a segurança dos foliões, informamos que a travessia deverá ser realizada exclusivamente na faixa de pedestres e sempre com atenção redobrada;
  • É muito importante que sejam respeitadas as orientações dos agentes de trânsito e também de toda sinalização implantada na área;
  • Moradores que possuam carro particular e vaga de garagem que necessitarem acessar a região interditada do Sambódromo deverão fazê-lo pelo Largo do Estácio, sempre portando comprovante de residência (conta de luz, gás, telefone) para que possam transpor os bloqueios de tráfego;
  • Os veículos com adesivo de “Trânsito Livre” deverão afixa-los ao veículo. O acesso veicular deste grupo será permitido somente pelo Largo do Estácio;
  • Existirão pontos de táxis comuns (amarelos) para uso ao término do desfile nas adjacências do Sambódromo. No setor par estes se localizarão na Rua Ulysses Guimarães e no ímpar na Rua Marquês de Pombal.

 

SMTR

A Prefeitura do Rio, através da Secretaria de Transportes, elaborou um esquema especial para os dias de desfiles das escolas no Sambódromo. Com relação ao esquema de transporte público, algumas linhas de ônibus que passam próximas ao Sambódromo sofrerão alteração em seus trajetos. Também foram definidos pontos de embarque e desembarque de táxis comuns e especiais para o público que irá assistir os desfiles. A fiscalização contará com 30 agentes (SMTR e GMs) por dia no entorno do Sambódromo monitorando o serviço de táxis. A SMTR pede ao público que se deslocará para assistir aos desfiles que se programe para chegar com antecedência ao Sambódromo evitando uma sobrecarga nos meios de transporte.

Importante que os foliões evitem circular de carro na região e priorize sempre o transporte público (Metrô, Trens, barcas, ônibus). A SMTR lembra que os veículos estacionados em local proibido serão removidos pela fiscalização.

ÔNIBUS

  • As linhas de ônibus provenientes da Av. Brasil – que circulam pela Via Binário do Porto e pela canaleta do BRT serão desviadas para a Via Expressa/Túnel Marcelo Alencar
  • As linhas de ônibus provenientes da Av. Francisco Bicalho – serão desviadas pelo Rio Comprido/Catumbi
  • As linhas de ônibus provenientes da Praça da Bandeira – serão desviadas pelo Rio Comprido/Catumbi
  • As linhas de ônibus provenientes R. Haddock Lobo – serão desviadas pelo Rio Comprido/Catumbi
  • As linhas de ônibus provenientes da Zona Sul – permanecem com itinerários inalterados

 

TÁXI

A operação no entorno do Sambódromo para fiscalização dos táxis contará com um efetivo de 30 agentes (SMTR, GM) por dia. Além de seis viaturas, duas motos e dois reboques. 

Setor Par

   Táxi comum – Um ponto na R. Ulisses Guimarães  entre R. Dom Marcos e Beatriz Lucas

         Táxi especial – Um ponto na R. Afonso Cavalcanti com R. Laura de Araújo

 

Setor Ímpar

   Táxi comum – Um ponto na R. de Santana com R. Marquês de Pombal 

          Táxi especial – Ao longo das ruas José de Alencar e R. Paula Matos  

 

MetrôRio   

O MetrôRio terá um esquema especial de funcionamento durante os cinco dias de Carnaval. Os trens circularão sem interrupção a partir das 5h de sexta-feira (24/02) até as 23h de terçafeira (28/02), com extensão de embarque nas estações Praça Onze e Central até as 3h de quarta-feira (01/03), em virtude do desfile das escolas mirins. A partir das 10h de sábado (25/02), os trens da Linha 2 realizarão o trajeto direto entre Pavuna e General Osório, sem necessidade de transferência entre as duas linhas. Os usuários que desejarem seguir viagem para a Linha 4 deverão fazer a transferência na estação General Osório.

A Concessionária recomenda que os usuários comprem cartões de ida e volta com antecedência para evitar filas. Também serão aceitos os cartões pré-pago do MetrôRio, Bilhete Único, Vale Transporte ou cartão RioCard.

Bola Preta e blocos no Aterro do Flamengo

Somente o acesso Passeio, da estação Cinelândia, ficará aberto das 6h às 20h, entre o sábado (25/02) e a terça-feira (28/02), para desembarque e embarque exclusivo de usuários com cartões pré-adquiridos (cartão unitário e pré-pago do MetrôRio, cartões RioCard, Bilhete Único e Vale-Transporte). Os passageiros que não possuírem esses cartões deverão embarcar nas estações Carioca e Glória, que possuirão bilheterias externas para agilizar o atendimento.

Na estação Glória, a bilheteria externa funcionará de domingo (26/02) até a terça-feira (28/02) e ficará localizada próximo ao acesso Outeiro. Já em Carioca, a bilheteria externa funcionará do sábado (25/02) até a terça-feira (28/02) junto ao acesso Rio Branco. Os foliões que comparecerem a blocos próximos a essas duas estações deverão comprar o cartão nessas bilheterias, já que não haverá venda na parte interna das estações. A Concessionária recomenda que os usuários comprem cartões de ida e volta com antecedência para evitar filas.

Blocos em Ipanema

Entre o sábado (25/02) e a terça-feira (28/02), a estação General Osório também contará com um esquema diferenciado. Os acessos Complexo Rubem Braga e Sá Ferreira estarão abertos para desembarque e embarque, exclusivamente, de usuários com cartões pré-adquiridos (cartões unitário e pré-pago do MetrôRio, cartões RioCard, Vale-Transporte e Bilhete Único). Os passageiros que não possuírem esses cartões poderão comprar nas bilheterias externas próximas ao acesso principal, na praça General Osório.

Na estação General Osório, os passageiros que desejarem embarcar na Linha 4 deverão utilizar o acesso Complexo Rubem Braga prioritariamente. O acesso Lagoa funcionará normalmente durante todos os dias da folia com venda nas bilheterias.

Na estação Nossa Senhora da Paz, entre 5h e 15h, o usuário poderá embarcar e desembarcar apenas pelo acesso A (Joana Angélica). Entre 15h e 5h, o acesso funcionará somente para desembarque. 

Blocos no Leblon, São Conrado e Barra

Em Jardim de Alah, os foliões poderão embarcar apenas pelo acesso A (Borges de Medeiros). O acesso B (Almirante Pereira Guimarães) servirá apenas para desembarque. 

Na estação Antero de Quental, o embarque será feito apenas pelo acesso A (Bartolomeu Mitre) e o desembarque somente pelo acesso B (General Urquiza).

Na estação São Conrado, os acessos Rocinha e Aquarela do Brasil ficarão abertos para embarque e desembarque todos os dias do feriado. O acesso Estrada da Gávea não abrirá durante o Carnaval.

Já em Jardim Oceânico, todos os acessos permanecerão abertos para embarque e desembarque durante todo o Carnaval. Para realizar a integração com o BRT nesta estação, o usuário deverá seguir pelo acesso C e já ter em mãos o RioCard carregado.

Sapucaí e Terreirão do Samba

O MetrôRio é a melhor opção para quem vai aproveitar os desfiles na Sapucaí e os shows no Terreirão do Samba. Quem vai assistir ao desfile nos setores do lado ímpar ou desfilar nas escolas que se concentram perto do edifício Balança Mas Não Cai deve optar pelo desembarque na estação Central. A estação Praça Onze é a mais próxima para os passageiros que adquiriram ingressos para os setores pares ou irão brincar nas escolas que se concentram ao lado do edifício dos Correios. Para os foliões que irão ao Terreirão do Samba, a estação Central é a indicada.

Na terça-feira de Carnaval (28/02), para atender ao desfile das escolas de samba mirins, o

funcionamento das estações Central e Praça Onze será estendido até as 3h para embarque. As demais estações fecharão para embarque às 23h e funcionarão após este horário somente para desembarque.

Funcionamento das estações

As estações Presidente Vargas e Catete fecharão à meia-noite de sexta-feira (24/02) para sábado (25/02) e só reabrirão às 5h da quarta-feira de cinzas (01/03). Entre o sábado (25/02) e a terça-feira (28/02), a estação Maracanã funcionará para embarque e desembarque das 5h até a meia-noite.

O acesso Passeio da estação Cinelândia ficará aberto das 6h às 20h entre o sábado (25/02) e a terça-feira (28/02) para desembarque e embarque apenas de usuários com cartões préadquiridos (pré-pago e unitário do MetrôRio, cartões RioCard, Bilhete Único e ValeTransporte). Os demais passageiros poderão comprar seus bilhetes e embarcar nas estações mais próximas: Carioca e Glória, que contarão com bilheterias externas.  

Na Linha 4, Nossa Senhora da Paz terá um esquema especial: a estação funcionará para embarque e desembarque entre 5h e 15h e somente para desembarque de passageiros das 15h às 5h.

Por questões de segurança, algumas estações também terão suas bilheterias fechadas entre 0h e 5h do sábado (25/02) até a terça-feira (28/02). São elas: São Francisco Xavier, Afonso Pena, Uruguaiana, Flamengo, na Linha 1, e São Cristóvão, Triagem, Maria da Graça, Inhaúma, Engenho da Rainha, Thomaz Coelho, Irajá, Colégio, Coelho Neto, Acari/Fazenda Botafogo e Engenheiro Rubens Paiva, na Linha 2.

Como alternativa, todas as estações terão máquinas de autoatendimento em funcionamento para a compra dos cartões, com valor mínimo de recarga de R$ 5,00. A validade da carga dos cartões pré-pagos é de um ano. O cartão unitário também poderá ser usado (não há validade para os créditos).

Medidas de segurança

Para garantir uma viagem mais segura ao folião, o MetrôRio elaborou um plano de segurança, com a presença de brigadas de incêndio. Além disso, durante toda a operação especial de Carnaval, algumas escadas rolantes permanecerão desligadas. A medida tem como objetivo a prevenção de acidentes com fantasias e adereços, muito comuns nesta época do ano.

Não serão permitidos os embarques com bicicletas e pranchas de surfe durante a operação especial de Carnaval.

Metrô Na Superfície

Entre 25 e 28 de fevereiro, as linhas Botafogo-Gávea e Antero de Quental-Gávea funcionarão das 5h até a meia-noite, mantendo as estações iniciais e finais. O itinerário das linhas de extensão e seus pontos intermediários poderão sofrer alterações de acordo com as condições de trânsito, sempre com a orientação da CET-Rio ou da Guarda Municipal.

Aplicativo MetrôFácil 

No aplicativo MetrôFácil e no site do MetrôRio (www.metrorio.com.br/carnaval), o usuário poderá acessar um conteúdo especial para os dias de folia. Na nova aba, os usuários poderão consultar uma agenda de blocos com as estações mais próximas e também planejar suas viagens de acordo com os blocos do seu interesse. Além disso, no aplicativo os passageiros poderão acompanhar a localização e o tempo estimado para a chegada dos trens e consultar os mapas do entorno das estações.

   

SuperVia    

A SuperVia terá esquema especial durante os dias de Carnaval para atender a ida e a volta dos foliões que forem assistir aos desfiles das escolas de samba na Sapucaí ou aproveitar até os blocos espalhados pela cidade. Nas madrugadas de sábado, domingo, segunda e terça-feira de Carnaval, serão disponibilizadas viagens extras com partidas da Central do Brasil, todas em trens com ar condicionado.

A estação Central do Brasil ficará aberta do início da operação de sexta-feira (24/02) até às 23h da quarta-feira (01/03) e as viagens extras nas madrugadas terão como destino os terminais Santa Cruz, Japeri e Saracuruna. Durante a madrugada, as estações destes ramais funcionarão exclusivamente para desembarque. O ramal Deodoro será atendido pelos trens paradores dos ramais Santa Cruz e Japeri.

Os passageiros podem planejar suas viagens consultando o site da concessionária www.supervia.com.br, o aplicativo ou o SuperVia Fone, no número 0800 726 9494 (24 horas).

SuperVia transportará gratuitamente integrantes de sete escolas de samba para os desfiles na Sapucaí

Cerca de 15 mil componentes terão ida e volta do Sambódromo garantida. Os bilhetes serão distribuídos entre Beija-Flor, Mocidade Independente de Padre Miguel, Grande Rio, Império Serrano, Acadêmicos de Santa Cruz, Inocentes de Belford Roxo e Unidos de Padre Miguel. A iniciativa da SuperVia reforça os laços históricos do trem do Rio com o samba, beneficiando as escolas que margeiam a linha férrea e ajudam na preservação da nossa cultura.

Planejamento especial para Cordão da Bola Preta e Bloco das Poderosas

Na manhã de sábado (25/02), para a ida ao Cordão da Bola Preta, serão ofertados 22 mil lugares adicionais em 11 viagens extras para a Central do Brasil, sendo três das estações terminais Santa Cruz e Japeri e cinco da estação Gramacho. Para o retorno do evento, serão 25 mil lugares adicionais, em 13 viagens extras da Central do Brasil para os ramais Santa Cruz, Japeri, Saracuruna e Belford Roxo.

No pós-Carnaval, na manhã do sábado (04/03), a concessionária terá viagens extras em direção ao Centro do Rio para atender o público do Bloco das Poderosas. Serão quatro trens extras de Japeri e um da estação Gramacho.  

SERVIÇO  

  

Partidas da Central do Brasil para as estações terminais nas madrugadas dos dias 25, 26, 27 e 28 de fevereiro*

Japeri Partidas às 0h, 2h, 4h
Santa Cruz Partidas às 1h, 3h, 5h
Saracuruna Partida às 4h

Planejamento para blocos – partidas das estações terminas para a Central do Brasil

Cordão da Bola Preta (25/02)

Japeri Partidas às 7h17, 8h17, 9h02
Santa Cruz Partidas às 7h30, 8h30, 9h14
Gramacho Partidas às 6h50, 7h30, 9h30, 11h20, 12h25

  

Bloco das Poderosas (04/03)

  

Japeri Partidas às 6h17, 7h17, 8h17,

9h02

Gramacho Partida 7h30

  

  

*Aos finais de semana e feriados, o ramal Deodoro é atendido pelos trens paradores dos ramais Santa Cruz e Japeri.

 

SEOP

O planejamento operacional da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) para o Carnaval do Sambódromo começa às 9h de sexta-feira, 24, e vai até a noite de quarta-feira de cinzas. Equipes da Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer) da Seop vão atuar com oito reboques no entorno, incluindo a área do Terreirão do Samba.  Os agentes vão coibir o estacionamento nas áreas de bloqueio fechadas ao tráfego de veículos, além de calçadas e áreas proibidas pela sinalização. Os carros parados irregularmente serão removidos e levados para o depósito municipal, na Avenida Pedro II, 67, Leopoldina.                        

 

GM

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro (GM-Rio) inicia à 0h de sexta-feira, dia 24, o esquema especial do Carnaval 2017, que vai até a manhã de quarta-feira de cinzas, dia 1º de março no Sambódromo. Serão  790 GMs empregados por dia em ações de patrulhamento e controle do trânsito. Deste total, 330 vão atuar em 94 pontos de bloqueios estabelecidos pela CET-Rio no entorno e acessos à Passarela do Samba. Os demais 460 GMs estarão empenhados em ações de patrulhamento em geral, contando com o apoio de uma equipe do Grupamento Tático Móvel (12 GMs) e duas patrulhas avançadas de controle, cada uma com dez GMs do Grupamento de Operações Especiais para a contenção de distúrbios.

O esquema contará ainda com o apoio de 50 viaturas, três tendas operacionais externas para o gerenciamento do efetivo, além de duas bases fixas próximas ao Sambódromo. A operação de trânsito começará a 0h de sexta-feira com a implantação das interdições na Avenida Presidente Vargas para garantir espaço na concentração para os carros alegóricos do desfile das escolas de samba do Grupo A. O esquema operacional será retomado no sábado, dia 4, para o desfile das campeãs.

Reforço no efetivo – Com o reajuste de 25% da cota paga aos guardas que trabalham na folga, a GM-Rio garantiu um aumento de 20% do efetivo nas ruas em dias de eventos carnavalescos. O reforço vai até o dia 6 de março, com uma média diária de 250 GMs a mais atuando no trânsito e no patrulhamento preventivo em diversos pontos de folia, como o Terreirão do Samba e o Sambódromo.

 

CCU

A Coordenação de Controle Urbano (CCU) disponibilizou 150 pontos fixos para o comércio ambulante e mais 5 pontos para as doceiras, chamadas baianas, no entorno do Sambódromo durante o Carnaval 2017. Para concorrer a um dos pontos, os participantes realizaram inscrição no site da Secretaria Municipal de Fazenda e participaram do sorteio eletrônico, que contemplou as vagas fixas e de cadastro de reserva. 

Os sorteados assistiram a palestras educativas sobre temas como posturas municipais, manipulação de alimentos e higiene, noções básicas de combate a incêndio e a utilização de botijão de gás e gerador. As palestras foram ministradas pela CCU, pela Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses e pela Defesa Civil. Os trabalhadores também foram orientados sobre as regras para uso da área disponível, como a proibição de bebidas alcoólicas a menores de 18 anos, de uso de aparelhos de som, de comercialização de garrafas de vidro e de utilização de objetos cortantes.

Os pontos fixos para comércio ambulante no entorno do Sambódromo estão sujeitos à fiscalização da CCU, que também atuará em conjunto com a Guarda Municipal para coibir a presença de ambulantes não autorizados próximos à Sapucaí. Haverá um posto avançado do depósito público, uma base operacional e equipes de pronto atendimento para integrar possíveis ações de ordenamento.

 

COR

O Centro de Operações Rio irá monitorar as operações para os eventos de carnaval, dentro e no entorno Sambódromo, com apoio de mais de 100 câmeras posicionadas no Centro da cidade e nas principais vias de acesso à região. As imagens dos dispositivos temporários de videomonotoramento que serão implantados na Marquês de Sapucaí também serão monitorados pelas equipes da prefeitura dentro do COR.

A partir desta observação dos vídeos em tempo real, das informações das equipes que atuam nas ruas e do acompanhamento contínuo das redes sociais, o COR poderá coordenar ajustes operacionais, caso necessário. O objetivo é minimizar os impactos dos eventos na cidade, implementando rápidas respostas para eventuais problemas e orientando os cidadãos.

Os perfis das redes sociais do COR disponibilizarão todas as informações sobre esquemas especiais de trânsito e transporte para os festejos carnavalescos. Para obter informações atualizadas sobre a operação da cidade, basta acessar o twitter.com/operacoesrio ou o facebook.com/operacoesrio.

 

COMLURB  

A Comlurb programou uma limpeza geral do Sambódromo no dia 23/02, quinta-feira, a partir das  8 horas da manhã. O serviço prepara a passarela para os desfiles das Escolas de Samba do Carnaval 2017. A partir da sexta, dia 24, e  durante todo o Carnaval, a Companhia vai mobilizar 665 garis e 120 equipamentos por operação, divididos em três turnos, para garantir a manutenção do Sambódromo, todo o entorno e o Terreirão do Samba. A operação Sambódromo termina após o Desfile das Campeãs.

Para que os serviços de limpeza e remoção de resíduos seja rápido e eficiente, garantindo a evolução das escolas de samba os garis estarão trabalhando nos três turnos, nas limpezas diurna e noturna da passarela, incluindo os setores par e ímpar, arquibancadas e pistas, concentração, dispersão, postos de saúde e Terreirão do Samba, com o apoio de 40 máquinas e equipamentos, por turno, entre sopradores, que agilizam a limpeza das arquibancadas, caminhões basculantes, compactador, caminhão-pipa, que utiliza água de reuso,  pá mecânica e mini varredeiras.

Sambódromo e Terreirão

No Sambódromo serão destacados cerca de 507 garis, 294 à noite e 213 de dia, com apoio de supervisores e equipamentos e máquinas, para limpeza e manutenção de toda área interna, como corredores, frisas, arquibancadas e pistas (durante os desfiles, concentração e dispersão); lavagem dos contêineres, coleta de resíduos e manutenção de limpeza do Terreirão.

Postos de Saúde

A limpeza e desinfecção dos 11 Postos de Saúde instalados ao longo da Passarela do Samba e

Terreirão, assim como a coleta dos resíduos biológicos desses postos, também ficam a cargo da Comlurb, que destacará 11 garis e 12 supervisores por dia  para os serviços. Os trabalhos serão realizados todos os dias de desfiles, sempre das 16h às 7 horas.

Áreas Externas

Para o entorno do Sambódromo e Terreirão cerca de  158 garis por turno farão a limpeza dos logradouros, lavagem de pontos críticos, com água de reuso e a remoção de resíduos.

 

RIOLUZ

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Rioluz, empresa de iluminação pública do município, da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente – Seconserma, concluiu nesta semana a instalação da iluminação especial de reforço para carnaval carioca de 2017. O reforço da iluminação proporcionará a maior luminosidade dos eventos populares, contribuindo para melhoria da segurança aos foliões.

Na Passarela do Samba, desde o início dos ensaios técnicos das escolas de samba, a Rioluz executou uma operação “pente fino” na iluminação monumental (torres de iluminação), nas áreas de serviços e de convivência dos espectadores e foliões com a troca de 80 lâmpadas de multivapor metálico de 2000 w. Nas áreas de circulação nos fundos das arquibancadas foram recuperadas 120 luminárias com lâmpadas a vapor de sódio 400 w e a implantação de oito projetores na área do segundo recuo de bateria e seis na praça de alimentação.  Instalou novos circuitos elétricos para atender aos sistemas de climatização das salas de serviços dos setores ímpares da passarela e a revisão de todos os circuitos que atendem aos corredores, banheiros e corredores sob a arquibancada.

Nas áreas externas, a passagem subterrânea que dá acesso aos setores cinco e sete da Passarela, a Rioluz instalou nova iluminação em LED que proporcionam mais luminosidade. Na concentração e dispersão (Avenida Presidente Vargas e Rua Frei Caneca) e  vias em torno e de acesso aos desfiles foi executada uma operação de manutenção preventiva e reforço na iluminação, com a instalação de projetores.

O efetivo da Rioluz para operação de Carnaval 2017 na Passarela do Samba contará com 66 técnicos na parte interna.

SAÚDE

Nove postos médicos estarão à disposição da população no Sambódromo e no Terreirão do Samba durante o carnaval. O esquema especial de atendimento montado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) funcionará nos dias de desfiles – tanto do grupo de Acesso quanto do Especial, e no das escolas mirins – quando a Marquês de Sapucaí contará com sete postos nos setores 1 (concentração), 2, 7, 8, 10 (Rua Salvador de Sá), 11 e Apoteose (dispersão). Os outros dois estarão no Terreirão, que também concentra grande quantidade de público nas noites de show de samba.

Serão 33 leitos nos postos da Sapucaí, sendo sete de suporte avançado para os casos de maior gravidade. No Terreirão do Samba haverá sete leitos, dois deles de suporte avançado. Ao todo serão cerca de 200 profissionais de saúde de plantão para o atendimento, entre médicos, enfermagem e apoio administrativo. Os médicos serão de diversas especialidades, como clínicos, cirurgiões gerais, ortopedistas, pediatras, neurocirurgiões, entre outros.

Para os casos de maior gravidade, em que os pacientes precisem de atenção hospitalar, haverá 17 ambulâncias com suporte avançado (UTIs móveis) à disposição. Cada veículo contará com uma equipe própria de saúde, exclusivamente para acompanhar os pacientes durante a remoção. As transferências para os hospitais da rede municipal serão coordenadas pela Central Municipal de Regulação. Todas as unidades da rede de urgência e emergência estarão a postos para receber os casos mais graves.

Os postos abrirão às 17h30 e funcionarão até o término dos desfiles de cada dia. Na sexta-feira e no sábado (dias 24 e 25), entram na Avenida as escolas do Grupo de Acesso; no domingo e na segunda-feira (26 e 27), as agremiações do Grupo Especial; e na terça-feira (28), o desfile será das escolas mirins. Já no sábado seguinte, dia 4 de março, os profissionais de saúde também estarão preparados para atender os foliões que forem ao desfile das campeãs. Alguns postos médicos também estarão funcionando na Quarta-feira de Cinzas, dia 1º, durante a apuração do resultado dos desfiles, quando a emoção, o estresse das notas e o sol forte costumam levar algumas pessoas a passarem mal.

Em 2016, o esquema especial da SMS também contou com sete postos no Sambódromo e dois no Terreirão. Naquele ano, foram realizados 2.570 atendimentos durante os seis dias de desfiles. Os principais problemas apresentados pelos foliões foram pequenos ferimentos, crise hipertensiva, mal estar e dor de cabeça, entorses e intoxicação alcoólica. Desse total, 77 pacientes apresentaram casos mais complexos e precisaram ser removidos para algum hospital da rede.

BOMBEIROS

  • Cerca de 126 militares serão diariamente empenhados nas ações de prevenção no Sambódromo.
  • 7 viaturas por dia estarão disponíveis para atendimento de ocorrências no local.
  • Equipes serão distribuídas na Concentração da Passarela do Samba, no Juizado de Menores, na Tribuna de Imprensa, na Rua Benedito Hipólito, em todos os Setores (fundos e frisas) e na Dispersão.
  • Militares em escala extra estarão à disposição nos quarteis para atendimentos em blocos ou manifestações festivas referentes ao carnaval.

OUTROS

 

RIOTUR

  • TERREIRÃO DO SAMBA

No Terreirão do Samba, a temporada de shows a preços populares já começa amanhã (sexta, 17/02) com shows com shows de 2 Arlindos, Pura Amizade e Dilsinho. No sábado, será a vez de Reinaldo Príncipe do Pagode, Grupo Clareou, Vou Zuar e Jonathan Alexandre. A programação tem início às 20h30 ao som de DJs e segue com outras atrações até às 5h, com ingressos a R$ 15 e censura 18 anos. O maior palco popular do carnaval terá ingressos a R$ 15 e os shows terão início às 20h30. A censura é 18 anos. 

  • BLOCOS DE EMBALO E ENREDO

Outra novidade este ano é a transferência dos desfiles dos Blocos de Embalo e Enredo para a Avenida Chile. Nos últimos dois anos, após o início das obras do VLT na Avenida Rio Branco, blocos tradicionais como Cacique de Ramos, Aymoré da Penha, Boêmios de Irajá, Pagodão de Madureira e Bafo da Onça realizaram suas apresentações na Avenida Graça Aranha. 

 

CEDS

“Rio+Respeito” 

As ações da CEDS-Rio são sempre subsidiadas e/ou em parceria  com diversos entes, entre eles, a Secretaria de Saúde, Assistência Social, Cultura e órgãos como a Supervia e a  Riotur. 

O Coordenador Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio de Janeiro, Nélio Georgini explica o slogan “Rio+Respeito”. “Queremos chamar atenção para o respeito com o próximo, seja ele quem for, não estamos aqui para vitimizar a comunidade LGBTT, e sim, buscamos nos integrar com todas as outras demandas da sociedade e garantir o pleno exercício da cidadania” diz Georgini. Lembrando que a pauta  “Rio mais Respeito” será fomentada durante toda sua gestão como parte integradora da sociedade com a comunidade LGBTT .  “É importante que todos entendamos a grandeza de uma parte do voto do Ministro Luiz Fux do STF na  RE 898060 de  21/09/16 a saber: “ (…)O Estado não pode obrigar as pessoas a se amarem. Deve, porém, cuidar que se respeitem e se cuidem (…)” afirma.

Saúde – Em parceria com a Secretária de Saúde, a CEDS ( Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual)  vai distribuir preservativos (masculinos e femininos) e gel lubrificante no Sambódromo, e em outros pontos da cidade, incluindo Zona Oeste, Norte e Sul, com apoio de 16 Superintendências regionais, 10 Coordenadorias de áreas programáticas de Saúde (CAPS). Ainda estará disponível material informativo sobre as DSTs. Teremos a participação dos travestis, mulheres transexuais e homens trans nessas ações.

Riotur – A Riotur contratou 8 MULHERES*  trans (monolíngues e bilíngues) para fazer as suas ações de promoção. A idéia principal é  dar visibilidade para esta população que por muitas vezes fica invisível socialmente.  

Cultura – Com apoio da secretaria de cultura, a população carioca vai ganhar uma simpática marchinha de carnaval  cuja  a composição é de Marquinhos de Oswaldo Cruz e Luiz Carlos Máximo. O mote será nosso Slogan Rio+Respeito. Vale uma palinha:

“Nesse carnaval vem sem preconceito. ( bis )

Um Rio com mais respeito

Por ser sangue bom estou dentro 

Respeito nunca fez mal

Se é na Lapa Zona Oeste ou Madureira 

Na praia do Leme ao Pontal “

 

Ações em toda cidade – “Não vamos focar somente na Zona Sul. Nossas ações vão acontecer  por toda a cidade com o apoio das 16 superintendências da PCRJ“ diz o Coordenador da CEDS. “Não vamos criar políticas públicas somente para a comunidade LGBTT de Ipanema, vamos criar políticas públicas para a cidade toda- da Zona Norte à Zona Sul, da Zona Oeste ao Centro” explica Nélio Georgini.

Aplicativo  – Será lançado um aplicativo gratuito, que apresenta informações úteis, como agenda de blocos de rua, programação dos desfiles na Sapucaí, onde conseguir camisinha nas unidades de saúde e o que fazer em caso de sexo desprotegido. O objetivo é facilitar a vida do folião, dando dicas de diversão, cuidado e saúde.

SuperVia – Em uma parceria inédita com a SuperVia, a CEDS vai disponibilizar preservativos nas estações  de trens. Estarão disponíveis em estações estratégicas dispensers com preservativos gratuitos para toda população.