Críticas e considerações de alguns ensaios técnicos do Carnaval 2009

By at fevereiro 26, 2009 | 19:55 | Print

Compartilhe

Por Luis Leite de Carvalho

Viradouro ecoa seus Atabaques na Sapucaí

Vinte ogãs com seus respectivos atabaques foram os principais destaques na bateria de Mestre Ciça que deram um show à parte executando varias paradinhas com perfeição fazendo o público delirar.

Milton Cunha fez sua a apresentação em cima de um tripé na altura de cinco metros de altura pintado de preto representando Exu Caribé. O casal de mestre-sala e porta-bandeira Robson e Ana Paula também fez bonito no seu bailado ambos com entrosamentos perfeitos. Faltou garra de alguns componentes que não cantaram o samba durante seu percurso.

Mesmo debaixo de muita chuva a Sapucaí embarcou no embalo de Ilha

O refrão do samba foi o ponto alto do desfile integrantes da escola mostrou muita força e garra durante seu ensaio técnico fazendo o publico nas arquibancadas ir ao delírio com muito samba no pé. A bateria de Mestre Riquinho foi o principal destaque com coreografias bem ensaiadas manteve uma boa cadência o tempo todo.

Mesmo debaixo de forte chuva Salgueiro transforma a Sapucaí no tremendo caldeirão

O Acadêmicos do Salgueiro, última escola a ser apresentar neste de Domingo, desfilou debaixo de muita água e os componentes cantaram o samba com muita vibração, empolgando as arquibancadas. O interprete Quinho aqueceu a bateria furiosa de mestre Marcão cantando Funk do caldeirão e logo em seguida relembrou dois samba-enredo “Bahia de Todos os Deuses” de 1969 e “No reino de França na Ilha das Assombrações” de 1974.  A comissão de frente representava guardiões carregando tochas, fazendo coreografias fantásticas.

Logo atrás vinha uma alegoria com os tambores do Salgueiro. Viviane Araújo reinou a frente de seus ritmistas esbanjando alegria e sensualidade.

Vila Isabel Solta o Bicho no seu terceiro e ultimo ensaio Técnico

A grande atração da noite foi o cantor e compositor Martinho da Vila depois de algum tempo afastado da escola pela primeira vez participou do ensaio técnico na Sapucaí ao lado de sua família. Componentes da à agremiação cantaram o samba com vontade interagindo com o publico nas arquibancadas através de palmas no refrão “segura a Vila” A rainha de bateria Natalia Guimarães mostrou muita simpatia e beleza com muito samba no pé.

Neguinho da Beija-Flor lava a alma na Sapucaí

No ultimo ensaio técnico na Marquês de Sapucaí, durante o teste de som e luz, a Beija-Flor banhou o público com muita euforia do seu enredo “No Chuveiro da Alegria quem Banha Lava alma na Folia”. Neguinho mostrou que está preparado para cantar durante os 82 minutos e mais uma vez está pronto para brilhar nesse carnaval. A emoção tomou conta de todos, quando Neguinho deu seu grito de guerra e a cada minuto do ensaio a espectativa se desfazia, pois Neguinho conseguiu com mesma fibra e o mesmo tom de voz cantar do começo ao fim. Depois de 80 minutos de  um desfile técnico vibrante, a Praça da Apoteose foi invadida pelo  público e mais uma vez foi aclamado por todos que torcerm pela sua recuperação.

nininho.samba Opinião ,

Related Posts

Poste seus comentários.