ACADÊMICOS DA ROCINHA PARA ORLA DE SÃO CONRADO AMANHÃ À NOITE

By at janeiro 27, 2010 | 02:40 | Print

Compartilhe

Alexandre Vidal/Foto BR

Toda quarta-feira até o carnaval, agremiação ensaia na Av. Prefeito Mendes de Moraes

A Acadêmicos da Rocinha vai parar a orla de São Conrado amanhã à noite. O trânsito na orla de São Conrado ficará interditado todas as quartas-feiras até o carnaval das 20h às 22h em função dos ensaios técnicos da Acadêmicos da Rocinha. O desfile beira-mar acontecerá na Av. Prefeito Mendes de Moraes, do nº 808 até a esquina da Rua Engº Amandino de Carvalho, próximo ao Hotel Intercontinental. Durante este horário esses trechos estarão interditados. Os acessos a Av. Prefeito Mendes de Moraes poderão ser feitos através das Ruas Herbert Moses e Princesa Diane de Galles. O evento tem a autorização da Prefeitura do Rio de Janeiro e da CET -Rio.

Depois do sucesso do seu único ensaio técnico na Sapucaí, no último domingo, a Borboleta da Rocinha conta com a presença da sua comunidade nos desfiles beira-mar para os ensaios de canto.

“Os trabalhos no barracão estão a todo vapor. Está todo mundo animado e empenhado em fazer um ótimo carnaval. Contamos com a participação da comunidade nos ensaios de canto para que todo mundo fique com o samba na ponta da língua no dia do desfile”, disse o carnavalesco Fábio Ricardo.

Inspirado no livro de Regina Melo: Ykamiabas – Filhas da Lua, Mulheres da Terra, a Acadêmicos da Rocinha levará à Apoteose uma homenagem às mulheres guerreiras da Amazônia. O enredo “Ykamiabas” que a Acadêmicos da Rocinha desfilará no carnaval 2010 representa o resgate histórico e mitológico de uma das regiões mais preciosas do território nacional, a Amazônia. Encantada, a Rocinha apresenta o mito das Ykamiabas em seus cinco setores. Inicia com a migração dos filhos do sol no último período glaciário, há 100.000 a 12.000 A.C, para outras regiões; passa pela formação do reino das Ykamiabas e cerimônia à consagrada Lua no lago Yacy Uaruá; pelo confronto entre as Ykamiabas e os espanhóis invasores e termina com a ordem das Ykamiabas – o legado dessas mulheres guerreiras a nossa cultura.

A Rocinha se prevalece da magia, da riqueza, do poder e do intenso encanto dessas mulheres guerreiras, para recontar a Amazônia sob o prisma da liberdade, do compromisso com a terra e com a preservação do planeta. E sob a força do amuleto do poder – o muyrakitã – transforma a Avenida num reino de mulheres guerreiras, valentes e corajosas… E desse encontro mágico e universal chamado carnaval, canta a história de luta das filhas da Lua.

Notícias , , ,

Related Posts

Poste seus comentários.